USP recebe palestra internacional na área de águas subterrâneas

 

Masaki Hayashi recebeu em 2018 o prêmio mais importante da área; evento será dia 13 de março, no Instituto de Geociências

Masaki Hayashi – Foto: Reprodução via Youtube

“O Centro de Pesquisa de Águas Subterrâneas (Cepas) do Instituto de Geociências (IGc) da USP promove, no dia 13 de março, uma palestra com Masaki Hayashi, professor da Universidade de Calgary.

O pesquisador venceu em 2018 o Darcy Lecture, mais importante prêmio na área de águas subterrâneas e recursos hídricos subterrâneos do mundo, concedido pela Associação Norte-Americana de Hidrogeologia (NGWA) às pessoas que têm contribuído de forma excepcional para a ciência da água. O prêmio permite que o agraciado ministre palestras ao redor do mundo e esta será a única aula do professor no Brasil.

O tema é Hidrologia de Montanhas: o papel crítico da água subterrânea como fonte das cabeceiras do mundo, altamente relevante para todos que trabalham com águas, mudanças climáticas, segurança hídrico-alimentar e geomorfologia.

As vagas são limitadas e as inscrições prévias devem ser realizadas pelo e-mail cepas@usp.br, indicando nome, empresa ou local que estuda e celular.

A palestra será dada em inglês, no Salão Nobre do Instituto de Geociências da USP, localizado na Rua do Lago, 562, na Cidade Universitária, em São Paulo.

O evento conta com apoio da Associação Brasileira de Águas Subterrâneas, Associação Brasileira de Geologia de Engenharia e Ambiental, Associação Brasileira das Empresas de Consultoria e Engenharia Ambiental e Sociedade Brasileira de Geologia.”

Mais informações: (11) 3091-4146, com Karine, ou e-mail cepas@usp.br

 

Fonte: jornal.usp.br

Sobre Hidrosuprimentos

Somos uma empresa genuinamente brasileira que produz tecnologia nacional de qualidade para aplicação em Hidrogeologia e Engenharia Ambiental, com ênfase nas atividades de Amostragem, Monitoramento e Remediação de solos e águas subterrâneas. HIDROSUPRIMENTOS. Tecnologia a serviço do meio ambiente.
Esta entrada foi publicada em Ambiente. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta