SIMA PUBLICA BOLETIM SOBRE CONTAMINAÇÃO POR NITRATO NAS ÁGUAS SUBTERRÂNEAS

Resultado de imagem para contaminação água subterrânea

Documento de referência apresenta panorama sobre o contaminante, desafios, além de estratégias e recomendações para prevenção e redução do problema

A Secretaria de Infraestrutura e Meio Ambiente lançou um documento de referência, inédito no estado de São Paulo, sobre a incidência de nitrato nas águas subterrâneas paulistas. O “Boletim Nitrato nas Águas Subterrâneas: Desafios Frente ao Panorama Atual” apresenta um panorama sobre o contaminante, abrangendo aspectos como ocorrência, fontes potenciais de contaminação, efeitos nas saúdes humana e animal, bem como propõe estratégias e recomendações para a prevenção e redução do problema.
O nitrato é o contaminante de maior ocorrência em aquíferos no Brasil e no exterior. A substância é utilizada mundialmente como indicador de contaminação das águas subterrâneas devido à sua alta mobilidade, podendo atingir extensas áreas. Embora seja de média toxicidade, pode causar doenças.

O boletim é destinado a gestores de recursos hídricos e de saúde pública, além de profissionais especializados no campo das águas subterrâneas. Nele, os especialistas encontrarão informações sobre o que fazer para evitar a contaminação dos aquíferos por nitrato.

O documento foi elaborado pelo Grupo de Trabalho – Nitrato, da Câmara Técnica de Águas Subterrâneas no Conselho Estadual de Recursos Hídricos (CRH). O GT contou com a participação de técnicos de instituições como o Instituto Geológico, Instituto de Pesquisas Tecnológicas, DAEE, USP, além de consultores. O lançamento ocorreu durante reunião do CRH em 20 de dezembro de 2019.”

Fonte: ambiente.sp.gov.br

Arte: Ricardo Hirata (CEPAS USP)

Para acessar a publicação clique aqui.

Sobre Hidrosuprimentos

A HIDROSUPRIMENTOS é uma empresa brasileira que produz desde 1997 tecnologias, equipamentos e acessórios para toda a cadeia de Gerenciamento de Áreas Contaminadas. HIDROSUPRIMENTOS. Tecnologia a serviço do meio ambiente.
Esta entrada foi publicada em Ambiente. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta