São Paulo, Minas Gerais e Ibama se unem para proteger recursos hídricos

 

Agenda conjunta de monitoramento e fiscalização vai otimizar os resultados da ação

 

“A necessidade de proteção dos recursos hídricos e de aplicação de tecnologias que otimizem os esforços de fiscalização integrou os estados de São Paulo e de Minas Gerais, por meio, respectivamente, das Secretarias de Meio Ambiente (SMA) e de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semad), e também o Ibama. O objetivo é  monitorar as bacias Rio Grande e PCJ (Piracicaba, Capivari e Jundiaí) com tecnologia de radar e de detecção de mudanças otimizando os recursos de inteligência e evitando o desmatamento.

As duas bacias são consideradas de interesse por compartilhar territórios nos dois estados. Por isso, o Ibama desenhou o Projeto Piloto de Monitoramento e Desmatamento e Fiscalização da Mata Atlântica e Cerrado nas Bacias do Rio Grande e Piracicaba, Capivari e Jundiaí.

Representantes das pastas estaduais e do Ibama se reuniram na SMA, no início de abril, e compartilharam informações sobre como são feitos o monitoramento do desmatamento e a fiscalização em cada uma das instituições e quais os recursos estariam disponíveis para a ação conjunta.

A parceria prevê otimizar os recursos já utilizados pelos três órgãos – monitoramento por satélites – para intensificar a proteção da vegetação nativa nas bacias hidrográficas. Para isso, será feita a aplicação de  programas que automatizam a detecção de mudanças entre duas passagens do satélite que produz imagens de radar, o aproveitamento da experiência do Ibama em fiscalização remota com essa tecnologia, somada às estruturas de fiscalização em campo e as rotinas já existentes de monitoramento por imagens dos órgãos estaduais.

Pelo projeto piloto, devem ser utilizadas imagens gratuitas do satélites da constelação Sentinel da ESA (Agência Espacial Europeia) e recursos de processamento disponíveis em nuvem igualmente franqueadas para órgãos governamentais. Evitando assim o desmatamento.

Estabelecida a parceria, os próximos passos preveem uma ação de fiscalização conjunta neste ano, ainda sem data marcada.”

 

Texto/Foto: Luciana Reis. Revisão: Cris Leite. Disponível em ambiente.sp.gov.br

 

 

Sobre Hidrosuprimentos

Somos uma empresa genuinamente brasileira que produz tecnologia nacional de qualidade para aplicação em Hidrogeologia e Engenharia Ambiental, com ênfase nas atividades de Amostragem, Monitoramento e Remediação de solos e águas subterrâneas. HIDROSUPRIMENTOS. Tecnologia a serviço do meio ambiente.
Esta entrada foi publicada em Ambiente. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta