MOSTRA ECOFALANTE DE CINEMA DA SEMANA MUNDIAL DO MEIO AMBIENTE

Fique em casa: Mostra Ecofalante traz filmes e debates com nomes como Fernando Meirelles

Evento totalmente online integra celebrações da Semana do Meio Ambiente

Por Isabel Teles. Disponível em guia.folha.uol.com.br

“Há anos, as comemorações do Dia Mundial do Meio Ambiente, oficialmente celebrado nessa sexta (5), ganha vários eventos paralelos. Um deles é a edição especial da Mostra Ecofalante de Cinema, que durante a Semana do Meio Ambiente, entre esta quarta (3) e 9/6, tem programação virtual.

O evento online exibe cinco filmes sobre a temática ambiental, como o documentário “Amazônia Sociedade Anônima” (2019), sobre a disputa de terras na região, e “A Grande Muralha Verde” (2019), que acompanha uma iniciativa de reflorestamento na África.

Além da exibição de filmes, disponibilizados de forma gratuita e temporária na plataforama Videocamp, a mostra promove debates com personalidades relacionadas à causa, como os cineastas Fernando Meirelles e Laís Bodanzky, além da liderança indígena Sonia Guajajara.

9ª edição do evento, presencial, está marcada para acontecer entre os dias 6 e 9 de agosto.”

Confira a programação virtual

Mostra Ecofalante de Cinema

“A Grande Muralha Verde” (2019), exibido na Mostra Ecofalante de Cinema Divulgação

QUARTA (3)

Abertura

Com falas de Chico Guariba e Laís Bodanzky, Mário Mantovani, Laura Motta e Mônica Nóbrega
Às 19h, no Facebook YouTube da Mostra Ecofalante de Cinema.

Filme

Ruivaldo, o Homem que Salvou a Terra
Brasil, 2019. Direção: Jorge Bodanzky e João Farkas. 43 min. Livre
Documentário acompanha a luta do fazendeiro e ativista ambiental Ruivaldo Nery de Andrade e sua relação com o rio Rio Taquari, no Matogrosso, que sofre as consequências do assoreamento.
Às 19h30. Filme disponível até o final do dia 9/6 na plataforma videocamp.com

Quinta (4)

Filmes

Ebola: Sobreviventes
Survivors, EUA, 2018. Direção: Arthur Pratt. 83 min. 12 anos.
Um pastor e cineasta da Serra Leoa registra os impactos da crise do Ebola no país ao contar a história de um motorist ade ambulância, uma enfermeira e um menino em situação de rua.
Às 17h. Filme disponível até o final do dia 9/6 na plataforma videocamp.com

Golpe Corporativo
The Corporate Coup d’Etat, Canadá/EUA, 2018. Direção: Fred Peabody. 90 min Livre.
Com a premissa de que “Donald Trump não é a doença, é o sintoma”, o documentário aborda práticas de lobismo e coorporativisvo durante eleições que prejudicam a democracia e a vida de populações mais vilneráveis.
Às 17h. Filme disponível até o final do dia 9/6 na plataforma videocamp.com

Debate

Conservação: Desastre Ecológico no Pantanal
Com Jorge Bodanzky e João Farkas, diretores de “Ruivaldo, o Homem que Salvou a Terra” (2018), e Júlia Boock, analista de conservação da WWF Brasil. Mediação de Flávia Guerra.
Às 19h, no Facebook YouTube da Mostra Ecofalante de Cinema.

Sexta (5)

Debates

O papel do cinema na comunicação de questões socioambientais
Com os diretores Fernando Meirelles, Jorge Bodanzky, Estêvão Ciavatta, Estela Renner, Patrícia Ferreira e Vincent Carelli. Mediação de Flávia Guerra.
Às 15h, no Facebook YouTube da Mostra Ecofalante de Cinema.

Conservação: ataque ao meio ambiente e aos povos tradicionais
Com Adriana Ramos (ISA – Instituto Socioambiental), Daniel Azeredo (procurador do Ministério Público Federal do Pará), e Sonia Guajajara, liderança indígena. Mediação de Claudio Angelo (Observatório do Clima).
Às 19h, no Facebook YouTube da Mostra Ecofalante de Cinema.

Filme

Amazônia Sociedade Anônima
Brasil, 2019. Direção: ​Estevão Ciavatta. 72 min. Livre.
Indígenas de comunidades ribeirinhas da Amazônia, liderados pelo Cacique Juarez Saw Munduruku, enfrentam grileiros e mafiosos do desmatamento na tentativa de salvar a floresta e preservar seu espaço. Exibido na 43ª Mostra.
Às 17h. Filme disponível por 24 h, até o final do dia 6/6 na plataforma videocamp.com

Sábado (6)

Filme

A Grande Muralha Verde
The Great Green Wall, Reino Unido, 2019. Direção: Jared P. Scott. 92 min. Livre.
O documentário produzido por Fernando Meirelles acompanha a iniciativa de construção de uma parede de árvores de 8.000 km no continente africano. O projeto liderado por países africanos tem o objetivo de combater o processo de desertificação na região e minimizar o impacto de mudanças climáticas. Exibido na 43ª Mostra.
Às 17h. Filme disponível por 24 h, até o final do dia 7/6 na plataforma videocamp.com

Debate

Emergência climática: desertificação, conflitos e outros impactos imediatos
Com Fernando Meirelles, e Paulo Artaxo, professor de Física Atmosférica (USP). Mediação de Daniela Chiaretti (Valor Econômico).
Às 19h, no Facebook YouTube da Mostra Ecofalante de Cinema.

Domingo (7)

Debate

Ecomonia: system error – como o atual sistema econômico leva à destruição ambiental, ao fim do trabalho digno e ao abalo da própria democracia
Com o professor de economia (PUC-SP) Ladislau Dowbor, e a jornalista Ana Claudia Mielke. Mediação de Silvio Caccia Bava (Le Monde Diplomatique Brasil).
Às 19h, no Facebook YouTube da Mostra Ecofalante de Cinema.

Segunda (8)

Debate

Saúde: como comunicar em tempos de crise sanitária e fake news?
Com Douglas Rodrigues, Ana Paula Morales (Agência Bori), e Amanda Rahra (Énóis). Mediação de Mariluce Moura.
Às 19h, no Facebook YouTube da Mostra Ecofalante de Cinema.

Mostra Ecofalante – Especial Semana do Meio Ambiente
De 3 até 9/6 em videocamp.com.br. Grátis
Debates no 
Facebook YouTube da Mostra Ecofalante de Cinema.

Sobre Hidrosuprimentos

A HIDROSUPRIMENTOS é uma empresa brasileira que produz desde 1997 tecnologias, equipamentos e acessórios para toda a cadeia de Gerenciamento de Áreas Contaminadas. HIDROSUPRIMENTOS. Tecnologia a serviço do meio ambiente.
Esta entrada foi publicada em Ambiente. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta