Campanha do Agasalho começa batendo recorde na SMA

 

Com apenas duas semanas, sistema foi o primeiro a entregar doações

 

“Iniciada em 23 de março último em todo o Sistema Ambiental Paulista, a Campanha do Agasalho 2018 já obteve um recorde para a SMA: – fomos os primeiros a entregar as doações para o Fundo Assistencial de Solidariedade do Estado de São Paulo (FUSSESP), responsável pela mobilização e arrecadação de peças de roupas para serem encaminhadas a instituições de caridade e às pessoas necessitadas. Já no dia 9 de abril, pouco mais de duas semanas do início da campanha, foram entregues 1.042 peças reunidas por apenas uma voluntária da Secretaria do Meio Ambiente, que trabalha no Instituto Florestal. Na semana passada, foram encaminhadas ao depósito mais 438 peças arrecadadas pela Coordenadoria dos Parques Urbanos (CPU) e 717 entregues pela Coordenadoria de Educação Ambiental (CEA). Assim, até o momento já foram entregues 2.197 peças pelo Sistema Ambiental Paulista. Na terça, 24/4, a equipe recolheu mais peças no IF, que agora serão acrescentadas às doações recolhidas pela SMA.

Até o momento, foram distribuídas 114 caixas pelo sistema, principalmente, nas instituições sediadas na Capital, em razão das dificuldades de transporte do Interior para a sede. Isso não quer dizer que as unidades fora da Capital não participam, mas nesse caso, as doações são encaminhadas diretamente para os fundos de solidariedade locais, depois de contabilizarem o total arrecadado. Toda a quantidade de peças arrecadadas é computada no sistema ambiental para que possamos ter o resultado no final, pois a meta a ser atingida este ano são 25.000 peças.

O número foi proposto pela responsável pela Campanha do Agasalho 2018, Amélia Junko Watanabe, frente à arrecadação obtida no ano passado, que registrou cinco mil peças. Ela explica que o trabalho é organizado totalmente por voluntários, que fazem o contato dentro do seu departamento, com amigos, em escolas, comércio, condomínios, etc. “Ao recolher as peças, os voluntários devem fazem a contagem, armazenar em sacos e levar a dois locais de entrega. Um container para isso está disponível no saguão do prédio 1 da CETESB e outro na sala da CPU, no Parque Villa-Lobos, onde ficam os responsáveis por levar os donativos para o depósito do FUSSESP, com o transporte cedido pela SMA.”

Segundo Amélia, os próprios voluntários vêm cuidando da divulgação, não apenas entre os colegas do Sistema, mas entre as pessoas de seu relacionamento ou outras instituições com os quais têm contato, na tentativa de estimular e aumentar a arrecadação. É importante, também, verificar se as roupas estão em boas condições e limpas, pois serão encaminhadas como são recebidas e não há como aproveitar peças sujas ou danificadas.

“Para o encerramento da Campanha, em agosto, pretendemos fazer um certificado de participação para os voluntários e organizadores e um encontro com a presença do secretário Maurício Brusadin”, adianta Amélia Watanabe. A ideia é estimular um número cada vez maior de voluntários para contribuírem com a ação. Para isso, existem representantes da campanha em diversos setores da SMA.”

 

Fonte: cetesb.sp.gov.br

Sobre Hidrosuprimentos

Somos uma empresa genuinamente brasileira que produz tecnologia nacional de qualidade para aplicação em Hidrogeologia e Engenharia Ambiental, com ênfase nas atividades de Amostragem, Monitoramento e Remediação de solos e águas subterrâneas. HIDROSUPRIMENTOS. Tecnologia a serviço do meio ambiente.
Esta entrada foi publicada em Ambiente. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta