DIA DA MATA ATLÂNTICA

Publicado em Ambiente | Deixe um comentário

Participe do Censo nacional dos órgãos municipais de meio ambiente

 

“A Secretaria de Estado do Meio Ambiente, em parceria com a Associação Nacional de Órgãos Municipais de Meio Ambiente (ANAMMA), oferece a partir desta quinta-feira, 25, no site da pasta um “link” para que os municípios paulistas possam participar até o dia 05 de junho de 2017, do Censo Nacional dos Órgãos Gestores Municipais de Meio Ambiente, realizado pela ANAMMA.

As informações sobre avanços, desafios e demandas do órgão ambiental municipal devem ser encaminhadas até 05/06/17. Clique aqui para acessar o formulário on-line e participe!

Os resultados dos cadastrados serão apresentados no Fórum Brasil de Gestão Ambiental, que acontecerá de 10 a 12/06, em Campinas/SP, Acompanhe a programação: http://www.fbga.com.br/ e na página da ANAMMA Brasil.”

 

Fonte: ambiente.sp.gov.br

Publicado em Ambiente | Deixe um comentário

NOVO Curso do PROGRAMA HS LEARNING – JUNHO/2017 – VAGAS LIMITADAS

Publicado em Ambiente | Deixe um comentário

Cetesb representa o Brasil em conferência sobre produtos químicos e resíduos perigosos

“Durante evento, agência paulista foi indicada pelo governo federal para exercer mais um importante papel na questão da gestão ambiental desses produtos

Funcionários da divisão de Acordos Multilaterais da Cetesb (Companhia Ambiental de São Paulo) participaram de mais uma reunião da Conferência das Partes (COPs) sobre produtos químicos e resíduos perigosos.  No total, 1.600 pessoas, de 186 países, estiveram no evento realizado entre a última semana de abril e primeira de maio, em Genebra, na Suíça.

Durante a reunião, a companhia foi também indicada pelo governo brasileiro para exercer o papel de Centro Regional da Convenção de Basileia. Agora, a companhia tem a missão de promover, como polo local, a implementação e o cumprimento das obrigações da convenção assinada em 1989.

A escolha da companhia para desempenhar a função de representante regional se deu pela “expertise” da companhia, avaliada como um órgão de excelência na área ambiental. Além desta nomeação, a Cetesb já havia sido escolhida como o Centro Regional da Convenção de Estocolmo (CRCE) para América Latina e Caribe, em 2009.

FEIRA DE TECNOLOGIA

A companhia também participou, no mesmo período, de uma feira de tecnologia em Genebra, com intuito de estabelecer acordos de cooperação técnica. Com estande exclusivo, representantes da companhia realizaram vários contatos com delegações de países de diversas regiões como América Latina e Caribe e África, além de encontros com as delegações da Bolívia, Cabo Verde, Gana, Honduras e Moçambique.”

Fonte: cetesb.sp.gov.br

 

Publicado em Ambiente | Deixe um comentário

HIDROSUPRIMENTOS – TECNOLOGIA EM REMEDIAÇÃO DE ÁREAS CONTAMINADAS

Publicado em Ambiente | Com a tag , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Saiba quais pilhas e baterias são mais nocivas ao meio ambiente e à saúde

Confira cada uma pelo grau de periculosidade do componente químico.

 

23 de maio de 2017 • Atualizado às 18 : 06

Saiba quais pilhas e baterias são mais nocivas ao meio ambiente e à saúde

Reciclagem de pilhas e baterias ainda engatinha no Brasil. | Foto: iStock by Getty Images

“Cerca de 1% do lixo produzidos nas cidades é composto por resíduos sólidos que contém elemento tóxicos, entre eles estão pilhas e baterias, que são descartadas no lixo sem levar em conta a sua composição de materiais pesados e substâncias tóxicas que são prejudiciais à saúde.

Metais como cobre, mercúrio, chumbo, zinco, manganês, níquel, lítio e cádmio são bioacumulativos e quando descartados indevidamente em lixões ou aterros sanitários, podem vazar e contaminar água, solo e ar, causando danos irreversíveis. A reciclagem de pilhas e baterias ainda engatinha no Brasil, visto que o processo não é barato e nem simples, exigindo que as empresas separem mecanicamente os componentes os diversos metais da composição. Algumas empresas priorizam a reciclagem das baterias que são mais nocivas a natureza, tais como as de cádmio, chumbo e mercúrio.

Para te ajudar a entender o nível de danos causados por cada tipo de pilha, a Magus, fabricante de contatos e conectores para pilhas e baterias, ordenou-as pelo grau de periculosidade do componente químico. Confira abaixo:

Bateria de mercúrio
O mercúrio é apontado como o material mais perigoso utilizado para fabricação de baterias. Era normalmente usada em calculadoras e relógios e possui um formato de moeda achatada. Listado como uma das 20 substâncias mais perigosas à saúde e ao meio ambiente, o mercúrio foi proibido na fabricação de baterias, porém ainda existem produtos duvidosos que contam com este material em sua composição. Fique atento à procedência.

Bateria de chumbo
Na segunda posição, estão as baterias de chumbo, normalmente, utilizadas em motores de veículos como carros, caminhões, tratores e ônibus. Principal material da composição desta bateria, o chumbo causa danos ao nosso sistema nervoso central, medula óssea e rins, além deste essas fontes de energia possuem também uma solução de ácido sulfúrico, extremamente danosa.

Bateria de níquel-cádmio
Muito utilizada em câmeras, notebooks e telefones sem fio antigos, esta bateria fica em terceiro lugar entre as mais danosas. Utilizada na maioria dos aparelhos eletrônicos há alguns anos atrás, o uso tem sido reduzido. Os prejuízos causados pela bateria são circunstanciais, visto que é composta por dois materiais diferentes. O níquel é conhecido por causar dermatites, câncer e lesões respiratórias, mas o cádmio é mais perigoso e origem de problemas digestivos, pulmonares e câncer.

Baterias de níquel metal hidreto, íons de lítio e pilhas comuns
Em conjunto em último lugar, estas baterias são semelhantes se comparado os níveis de toxicidade. Normalmente, o níquel metal hidreto é utilizado em pilhas recarregáveis que, ao menos, contribuem para o meio ambiente devido a possibilidade de recarga e reutilização.”

Fonte: ciclovivo.com.br

Publicado em Ambiente | Deixe um comentário

Para 80% dos brasileiros, mundo caminha para desastre ambiental

Atividade humana é apontada por causa das mudanças climáticas por 82% dos brasileiros – Science Photo Library

“RIO — Uma pesquisa feita pelo Instituto Ipsos revelou que os brasileiros são pessimistas em relação ao futuro ambiental do planeta. De acordo com o estudo, cerca de 80% das pessoas entrevistadas concordam com a afirmação de que o mundo caminha para um desastre ambiental, a menos que a população mude seus hábitos rapidamente.

O estudo entrevistou cerca de 18 mil pessoas em 23 países para tentar identificar tendências globais sobre diversos assuntos, entre eles o meio ambiente. A consciência de que as práticas atuais da população conduzem para um desastre no planeta é maior no Brasil que na média mundial, onde 78% concordam com esse pensamento. Apesar de boa parte da população do planeta achar necessário alterar práticas para salvar o planeta, 47% considera que os cientistas não sabem o que estão falando quando abordam as questões ambientais.

Os países que têm as piores percepções sobre o futuro do planeta são Indonésia, onde 93% responderam que acreditam que uam catástrofe ambiental está por vir, México, com 91%; e África do Sul, com 86%.

O relatório também aponta o percentual de discordância dos países em relação à mesma sentença. Nesse sentido, a Suécia é o país com maior taxa de pessoas que refutaram a afirmação: 26%. Em seguida, aparece a Polônia com 24%, e os Estados Unidos, com 23%.

AÇÃO HUMANA

Também foi possível identificar o percentual de pessoas que concordam com a afirmação de que a atividade humana é a principal responsável pelas mudanças climáticas. Nesse aspecto, 82% dos brasileiros entrevistados estavam de acordo com a frase. Em todo o mundo, a média é de 80%.

A pesquisa tentou identificar se as pessoas adotam hábitos para contribuir para um planeta mais sustentável. Entre as perguntas, o relatório questionou quem concordava ou discordava da afirmação “Tento reciclar tanto quanto posso”. No Brasil, 76% concordaram com a afirmativa, uma média inferior ao observado na população mundial, na qual 81% assentiram.

Uma informação curiosa indica a percepção dos brasileiros sobre as mudanças climáticas. Embora a maioria concorde com uma possível catástrofe caso não haja uma mudança nos hábitos, 67% acredita que o governo faz uso de questões ambientais como uma desculpa para aumentar impostos. Quando observada a média mundial, a taxa é de 58%.

 

 

Publicado em Ambiente | Deixe um comentário

DIA INTERNACIONAL DA BIODIVERSIDADE

 

 

 

Publicado em Ambiente | Deixe um comentário

HIDROSUPRIMENTOS – EQUIPAMENTOS E ACESSÓRIOS DISPONÍVEIS PARA LOCAÇÃO

 

EQUIPAMENTOS E ACESSÓRIOS DISPONÍVEIS PARA LOCAÇÃO

 

Solicite orçamento em PABX 11 4363 1333 ou locacao@hidrosuprimentos.com.br

www.hidrosuprimentos.com.br

 

 

Publicado em Ambiente | Deixe um comentário

Novo MEDIDOR ELETRÔNICO DE INTERFACE ÁGUA/ÓLEO

 

 

 

Publicado em Ambiente | Com a tag , , , , , , , , | Deixe um comentário